A Gente Muda

arquivo pessoal

Uma vez li uma entrevista de um ex-CQC – o qual eu não lembro quem, mas nunca esqueci o conteúdo – onde ele dizia que a paternidade não o tinha mudado em nada. Acrescentou, talvez pra disfarçar, que era incrível ser pai e que amava o filho blablabla, mas que a vida continuava igual. Não sei se pros pais é diferente ou apenas pra os “pais”, que são aqueles que servem pra gerar o bebê, brincar uma vez por outra e postar foto no Facebook pra fazer a linha, mas pra nós, mães, tudo mudo. A gente muda.

A gente muda desde o comecinho: muda a alimentação, a rotina, o corpo, o humor! E por mais que a gente prometa que não vai mudar, que vai continuar sendo a mesma, falando sobre todos os assuntos do mundo, a gente muda isso também. De repente, tudo que importa é falar sobre contar o tempo em semanas, enjoos, decoração de quarto infantil e nomes de criança. Não tem jeito, a gente muda.

Depois que o bebê nasce, a gente muda mais ainda! O mundo pode desabar, que você não acorda, mas basta um suspiro do seu filho pra você pular da cama em sinal de alerta. A gente começa a ler sobre educação, pedagogia, psicologia… Sem contar que a gente vira perita em farmacologia, né? Qual mãe não sabe tudo sobre antialérgicos, antibióticos e pomadas pra todo tipo de  coisa na pele? É, a gente muda.

A gente passa a ser bobona também. A imitar animais, cantar músicas com entonações e vozes bem idiotas, só pra fazer a criança rir. A gente aprende qual deles é Patati e qual é Patatá, sabe o nome de todos os personagens de todos os desenhos, assim como a grade semanal do Discovery Kids, Nickelodeon, Disney Channel e Cartoon Network.

A gente, que é mãe, sabe o nome de todos os coleguinhas da escola, assim como os nomes de cada pai e de cada mãe deles. Sabe a cor preferida, o que ela gosta de comer no almoço e qual brincadeira ela gosta mais. A gente sabe todos os feriados do ano, a data de estreia de cada filme no cinema e qual número seu filho ta calçando, de cor.

A gente muda constantemente e ama mudar. A gente muda, e muda pra melhor, sempre. E que pena eu tenho desses “pais” que continuam com a vida como antes. Eles não sabem o que estão perdendo.

Lookzinho do Dia

Não basta ser Domingo – dia oficial da preguiça – ainda tinha que ser de chuva? Mas não é desculpa nenhuma pra perder o estilo, né? Laura é cheia de vontades na hora de se vestir e eu tento dosar entre eu escolher a roupa, dizendo o que “combina” ou não, mas também deixando ela decidir o que quer usar. Eu queria que ela colocasse uma botinha preta com esse look, mas como eu já tinha escolhido a roupa, deixei que ela escolhesse o sapato e a opção dela foi essa Melissa. Foi bom que ajudou a dar um pouco de cor na produção. E aí curtiram?!

Laura 22-03Laura 22-03 02 Laura 22-03 03 Laura 22-03 04 Laura 22-03 05Moletom: Riachuelo – Short: Pool Kids – Sapatilha: Melissa – Anel: Disney