Decoração em série – Once Upon a Time

Once Upon a Time é uma série americana de drama e fantasia criada por Adam Horowitz e Edward Kitsis e  conta com 7 temporadas ao total , tendo início em 23 de outubro de 2011 e fim em 18 de maio de 2018, pela emissora ABC. No Brasil, a série foi transmitida pelo Canal Sony e atualmente você já encontra todas as temporadas disponíveis no serviço de streaming da Netflix.

Em Once Upon a Time há novas narrativas para personagens de contos de fadas que já conhecemos de cabo a rabo, uma vez que esses personagens estão vivendo na cidade de Storybrooke, no Maine, nos tempos atuais. Eles foram trazidos para o mundo real através de uma maldição e tiveram suas memórias originais roubadas, até que a personagem da Emma Swan – tida como a Salvadora – entra no enredo para mudar tudo. Ao longo dos episódios, nos deparamos com várias cenas antes inimagináveis, como a Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho e Cinderela todas juntas bebendo numa mesa de um bar, ou o Capitão Gancho aparecendo todo lindo e charmoso.

A série tem como história principal a da Branca de Neve e Príncipe Encantado, tendo como uma das vilãs, a Rainha Má, que quer a todo custo acabar com a felicidade do casal encantado. É obra dela a maldição que faz todos virem ao mundo real e tomarem novas personalidades e novos nomes, e é aí que entra o nosso cenário da vez!

Em Storybrooke, a Branca de Neve se chama Mary Margaret e ela a professora da única escola infantil que tem na cidade. Apesar de, no início, não se lembrar do seu passado na Floresta Encantada, a Branca de Neve Mary Margaret mantém sua personalidade doce e romântica, que reflete tanto no seu jeito de se vestir, como em sua casa. O loft de 2 andares ocupado apenas pela personagem no início, acaba se tornando um ambiente familiar dividido por 4 pessoas. Com uma pegada industrial como nas paredes com o tijolo totalmente aparente, o espaço ganha um toque romântico na decoração, com tecidos, móveis vintage e clarinhos e flores por todo canto.

A sala cozinha e o quarto do andar de baixo são todos integrados, sem paredes divisórias. Sou apaixonada pela parede do lado da porta, porque tem essas palavras pintadas na parede de tijolo aparente na cor natural, que dá uma pegada mais industrial em comparação com o restante do ambiente, que é mais romântico. A cozinha tipo americana conta com uma ilha com banquetas e estantes de madeira cheia de acessórios culinários fofinhos. Pela sala é possível ver móveis antiguinhos por todos os cantos: estantes, cadeiras, até mesmo acessórios com essa pegada mais vintage. O quarto de baixo é separado apenas por cortinas e a escada leva até o quarto de cima e o banheiro. 

Eu ficava babando sempre que via esse cenário, é uma das decorações de série que mais curto pois sou muito fã desse tipo de edificação americana, onde galpões viram apartamentos (vem daí o conceito de loft/estúdio) e paredes, vigas e peças estruturais ficam à mostra, se integrando ao restante da ambientação. Vocês curtem também, ou acham que fica com cara de bagunçado? Contem aí nos comentários.

Decoração em série – How I Met Your Mother

How I Met Your Mother é uma sitcom americana da CBS, que foi transmitida de 2005 a 2014, totalizando 9 temporadas. Tendo seu piloto exibido no ano posterior à última temporada de Friends, a série é, até hoje, comparada a sua antecessora, contendo várias semelhanças no seu enredo. Aqui no Brasil, a série foi exibida pela Fox e contava a história de 5 amigos nova iorquinos no auge dos seus 20 e tantos anos, onde o principal ponto de encontro era um pub incrivelmente instalado embaixo do prédio onde encontra-se o apartamento do personagem principal: Ted Mosby.

Inicialmente, o apartamento era dividido entre Ted e Marshal, melhores amigos desde os tempos da faculdade, mas já na 1ª temporada, o apartamento ganha uma nova moradora: Lily, noiva de Marshal. Entre idas e vindas de temporadas e namoricos, todos os personagens moraram nesse apartamento por algum tempo – menos o Barney – e, ainda assim, poucas mudanças são vistas em relação à decoração. Com exceção do sofá, que antes era marrom com uma manta vermelha e depois foi trocado por um totalmente vermelho (alguém lembra/reparou?), a decoração do apartamento pouco muda de acordo com as temporadas.

Não sei se nunca ficou claro ou se me falha a memória, mas nunca tive certeza se o apartamento era deles mesmo ou alugado, mas a verdade é que do jeito que pegaram, deixaram e isso é notável em alguns episódios onde algum personagem estava prestes a se mudar para/de lá. Buracos na parede, marcas de cimentos e outros descuidos são vistos em todo espaço, assim como há muita madeira e tijolo aparente, dando um ar bem cru e até meio masculino, mesmo tendo, em sua maior parte, alguma garota vivendo nele durante todas as temporadas. O toque diferente vai sendo dado através dos móveis e peças decorativas espalhadas por todo apartamento.

Pra entender melhor, essa é a planta do apartamento deles:Ted é um arquiteto, Marshal advogado e Lily artista plástica. É possível ver um pouco da personalidade de cada um espalhados pelo apartamento em forma de livros, pinturas, esculturas, tubos de desenho e maquetes. Móveis de design diferentes e muita madeira e pés palitos também são claramente visíveis. Mesa de desenho, um computador nada moderno, globo terrestre, muitas caixas de lápis e tranqueiras e pequenas réplicas de esculturas são encontradas por todo apartamento, especialmente no “home office” de Ted, que fica no canto da sala que dá direto para janela e saída para a sacada (tal qual o apartamento de Monica, de Friends, sorry!).

A lareira, que nunca vi ser usada, ta fazendo as vezes de um aparador e exibindo itens que parecem que foram herdados do seu avô. Em cima do piano (ou seria um teclado?) que só o Marshal tocava, o par de espadas medievais que já foram usadas para luta de meninos em um episódio, e obviamente acabou em merda.

Tijolinho aparente, estantes de livros e muitos, muitos posteres

O carrinho de bebidas e a pequena mesa redonda ficam logo na entrada da cozinha, que tem um passador onde dá pra ver os armários – bem antigos e americanos, diga-se de passagem – e bater aquele papo maneiro enquanto alguém está cozinhando, coisa que foi bem rara durante todas as temporadas.

Apesar dos móveis da cozinha não serem nada moderninhos e nesse tom de bege sem graça, mais posteres divertidos e muitas fotos coladas na porta da geladeira dão um toque mais pessoal.