Quer pagar quanto? – Decorando o quarto com R$ 170,00

Que dá pra dar uma cara nova a um ambiente sem gastar muito acho que todo mundo sabe, mas por onde começar e o que fazer é que é o X da questão, né? Pensando numa tag nova pra o blog – e futuramente canal no Youtube – tive a ideia de dar um help à galera que quer dar uma mudada em algum cômodo, mas não sabe o que fazer. A partir de uma verba disponibilizada pelo contratante (rs), irei analisar o que ambiente precisa e em seguida irei às compras para garimpar itens para dar aquela repaginada no local. Assim sendo, se a pessoa tiver R$ 500,00 pra gastar, então será uma mini reforma de R$ 500,00. Se tiver apenas R$ 100,00, faremos do mesmo jeito, mas dentro das limitações da verba menor. Comprou a ideia?

Estreando como cobaia, minha querida sister, do blog Salto no Mundo, molhou minha mãozinha com R$ 170,00 pra que eu desse um up no quarto dela. Nas fotos a seguir, vocês verão que o quarto não estava num estado assim tão crítico, pois ele passou por algumas mudanças a não muito tempo. Os móveis, que antes tinham o mesmo tom amadeirado do guarda-roupa, foram cobertos por uma folha de fórmica na cor branca. Uma das paredes ganhou o revestimento de papel adesivado com estampa de tijolo aparente branco e até mesmo uns quadros bem fofinhos foram já dispostos em cima da cama. Assim sendo, não foi necessário gastar com tinta ou algum tipo de revestimento, podendo investir apenas em itens de decoração pra trazer um pouco mais de personalidade ao ambiente.

Da ida às compras, foram garimpados os seguintes itens: papel contact, lixeira, pregadores fofinhos, luminária, impressão de fotos, cordão luminoso e um mini álbum para fotos de instagram. Parece pouca coisa, né? Mas foram suficientes pra dar uma bela mudada. Bora ver?

O cordão luminoso foi preso na parede com o auxílio de dois preguinhos. Escolhi umas fotos bem lindas, levei numa gráfica e pedi pra imprimir numa folha A3. Depois, cortei no formato tipo polaroid, dando uma arredondada nas pontas com um cortador. Elas foram presas no próprio cordão luminoso com os pregadores fofinhos e ajudaram a formar uma espécie de moldura para a cama, já que não há uma cabeceira nesse espaço. 

Houve também, uma redistribuição dos itens que estavam no criado mudo, que foi parar no outro lado pra ficar mais simétrico. Esse gaveteiro, que agora está à esquerda, era parte de um outro móvel que fazia as vezes da penteadeira, mas como era muito grande e tomava muito espaço, ele foi trocado por uma menor e mais funcional, e o gaveteiro vivia pra lá e pra cá, fazendo volume. Resolvi colocar ele na lateral da cama, fazendo parzinho, apesar do gaveteiro ser bem grande e totalmente diferente do estilo do criado mudo. Os lados foram trocados para preservar o espaço da estante e agora tem luminária dos dois lados. Porque se tem uma coisa que não pode faltar num quarto, é luz!

Na parte dos móveis, apenas uma bela arrumação pra que cada coisinha ficasse em seu lugar foi suficiente. O charme, aqui, foi a lixeira, que foi pintada de dourada com tinta spray (e eu vou ficar devendo a foto, porque esqueci de tirar ma só dela).

Já no rack que tem em frente à cama, preenchi o espaço que era reservado para uma TV que nunca foi comprada fazendo um calendário de compromissos com papel contact. Basicamente, basta recortar quadradinhos (ou o formato que você preferir) para preencher as datas de cada mês e você pode ir preenchendo com giz ou utilizar um post it em cima. Você pode fazer o calendário mensal ou semanal, mas como tinha bastante espaço, resolvi fazer logo o mensal mesmo.

E aí, gostaram? Se interessou em ser o próximo participante? Então manda e-mail pro jaciachando@gmail.com com imagens do ambiente que você quer mudar ou então me marca na foto no instagram (@blogjaciachando) e quem sabe você é o próximo a ter um ambiente repaginado por mim?!

8 cabeceiras diferentes para a sua cama

Desde que troquei a cama do meu quarto de uma de solteiro para uma de casal, pesquisar por cabeceiras virou uma obsessão. Sou apaixonada por aqueles modelos acolchoados de capitonê, mas em algum momento, durante algumas mudanças na decoração do quarto, desisti da ideia e abri a mente para novas alternativas. E encontrei tanta coisa fantástica, que resolvi fazer um post mostrando as ideias mais legais que encontrei. E a melhor parte: dá pra fazer tudo! Duvida? Vem ver comigo.

Janelas

Por que não aproveitar aquelas janelas antiguinhas que lembram a primeira casa que os seus pais ou avós tiveram e que você consegue em resto de obra ou até mesmo em madeireiras, dar uma demão de tinta e aproveitar como uma cabeceira?!

Pallet

Além de baratos, os pallets são uma ótima opção para usar como cabeceira. Ainda ficam ótimos com cordões de luzes pendurados ou barbantes com fotos.

Patchwork

Super fácil de fazer, a cabeceira de patchwork pode misturar vários tecidos diferentes pra quem gosta de muita cor e estampa, ou pode repetir os quadrados – que podem ser telas de pintura ou folhas de MDF cobertas com tecido acolchoado – numa versão monocromática mesmo.


Portas

Seguindo a mesma ideia das janelas, utilizar portas de madeira de demolição ou algum modelo que você achou bonito também é uma opção bem interessante para se colocar como cabeceira.

Cortinas

Com um varão de pendurar cortina e um belo tecido – acolchoado ou não – e você já tem uma cabeceira. Ideia super simples e prática.

Capitonê

Engana-se quem pensa que pra ter uma cabeceira dessas você tem que desembolsar uns quinhentos reais, porque dá, sim, pra fazer em casa. Com um folha de MDF, espuma, tecido, botões e algumas ferramentas, você produz uma dessas gastando menos da metade de uma pronta.

Portões de ferro

Sem segredos aqui, pois segue a mesma vibe das janelas e portas de madeira, trazendo com o ferro um ar mais sofisticado.

Adesivos

Com certeza a opção mais econômica e, ainda assim, super legal de se fazer. Você pode usar papel de parede, tecido adesivo, papel contact ou até mesmo fitas durex coloridas e fita isolante e, com elas, fazer desenhos do seu gosto.